Ter. Out 4th, 2022
empreendedor pequena empresa

O que é um empreendedor pequena empresa?

Um pequeno empresário é aquele que estabelece objectivos e toma decisões estratégicas sobre os recursos, gestão e administração do negócio. São comercial e legalmente responsáveis perante terceiros.

Que tipo de empresa é uma PME?

Para definir o termo “pequeno empresário”, é primeiro necessário explicar o que é uma pequena empresa.

Uma pequena empresa pode ser abrangida pela definição de uma PME. Uma PME é uma empresa que não tem poder de mercado significativo e não necessita de uma grande quantidade de capital para o seu funcionamento.

A definição de uma PME é estabelecida no Anexo I do Regulamento (UE) n.º 651/2014 da Comissão. Os critérios para se qualificar como PME são o número de empregados, o volume de negócios e o total do balanço anual. O objectivo desta definição é assegurar que apenas as empresas verdadeiramente pequenas tenham acesso à ajuda europeia e aos esquemas que beneficiam as PME.

As pequenas e médias empresas são as seguintes

  • Uma microempresa é uma empresa com menos de 10 empregados e um volume de negócios ou balanço anual de menos de 2 milhões de euros.
  • Uma pequena empresa é uma empresa com menos de 50 empregados e um volume de negócios ou balanço anual de menos de 10 milhões de euros.
  • Uma empresa de média dimensão é aquela que tem menos de 250 empregados e um volume de negócios anual ou um balanço total anual inferior a 50 milhões de euros ou menos de 43 milhões de euros.
  • Os seguintes critérios são utilizados para determinar se uma empresa é uma pequena ou média empresa

Número de empregados

O número de empregados inclui trabalhadores a tempo inteiro, a tempo parcial, temporários e sazonais.

Volume de negócios anual

O volume de negócios anual é determinado através do cálculo das receitas geradas pela venda de produtos ou serviços durante o ano, antes de deduzir os descontos aplicados pela empresa. O volume de negócios não inclui o Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA) e outros impostos indirectos.

Balanço anual

O balanço anual mostra o valor dos principais activos da empresa.

Clique aqui se quiser ver o diferença entre uma PME e uma start-up.

Requisitos para a criação de uma pequena empresa

Para criar uma pequena empresa e tornar-se uma pequena empresa, são necessárias as seguintes características

  • Paixão e impulso: fazer o que se ama e trabalhar arduamente para realizar os seus sonhos é a melhor combinação para o sucesso.
  • Resiliência, tenacidade e capacidade de adaptação a novas situações.
  • Criatividade, inovação e engenho: a primeira prioridade é ser claro sobre o valor acrescentado que oferecemos aos potenciais clientes. É por isso que os clientes compram de nós como pequenos empresários e não de outros, e é a nossa vantagem competitiva.
  • Planeamento e análise: não é suficiente ter uma ideia ou uma solução para uma necessidade social, mas é necessário pô-la em prática e analisar cuidadosamente o ambiente e a viabilidade no nosso plano de negócios.
  • Competências sociais e de comunicação: para difundir as suas ideias e ser notado, precisa de boas capacidades de comunicação, negociação e trabalho em rede.
    Build uma boa equipa.

Tipos de PME em relação a outras empresas

As PME vêm em todas as formas e tamanhos, mas no complexo ambiente empresarial actual, têm frequentemente relações estreitas com outras empresas.

  • Propriedade exclusiva Esta é uma entidade empresarial detida e gerida pelo proprietário da PME; não há distinção legal entre o proprietário da empresa e a empresa.
  • Social entrepreneurship (partnership). No empreendedorismo social, o património da empresa é separado do património pessoal dos sócios.
  • Empresas normais e sociedades de responsabilidade limitada. Estas são empresas em que as actividades empresariais ou cívicas são realizadas em nome de uma única entidade jurídica e os sócios são responsáveis por dívidas que não podem ser pagas com o capital social.
  • Sociedade de Responsabilidade Limitada (SA). Uma empresa em que o capital é dividido de acordo com o montante investido pelos accionistas.
  • Sociedade de Responsabilidade Limitada (SRL ou SL). Ao contrário de uma sociedade de responsabilidade limitada, o capital é dividido em partes iguais.
  • Empresas de trabalhadores: sociedades de responsabilidade limitada de trabalhadores (SAL) e sociedades de responsabilidade limitada de trabalhadores (SLL). Empresas comerciais em que a maioria do capital é propriedade de trabalhadores que prestam serviços pagos, pessoais e directos e nas quais existe uma relação laboral permanente.
  • Uma cooperativa de trabalhadores. Uma empresa formada por profissionais da mesma profissão que gerem em conjunto o trabalho realizado por diferentes parceiros.

Vantagens e desvantagens dos pequenos empresários

Iniciar um novo negócio pode ser um empreendimento excitante com muitos benefícios, mas também muitos desafios. Aqui estão algumas das vantagens e desvantagens das pequenas empresas.

O progresso tecnológico e o desenvolvimento dos media trouxeram benefícios e oportunidades à sociedade.

Vantagens, oportunidades e ameaças nos negócios.

A sociedade pode utilizar o progresso tecnológico para alcançar o crescimento e a prosperidade. Por um lado, os avanços tecnológicos podem ser ultrapassados, quanto mais não seja na medida do possível. Por outro lado, a falta de acesso a novas tecnologias e meios de comunicação pode ser um obstáculo. A competição é possível.

Além disso, as fronteiras estão a desaparecer como resultado da nova era global em que vivemos.
A era global aproxima-nos dos nossos concorrentes distantes.
Estamos a aproximar-nos graças à extensa cobertura mediática.

As PMEs têm vantagens importantes, tais como a adaptabilidade de serem pequenas e a capacidade de especialização
É por isso que oferecemos um serviço de “tipo directo”, uma estrutura de pequena escala especializada em cada nicho de mercado.

Um dos maiores pontos fortes das pequenas e médias empresas é a sua capacidade de modificar rapidamente as suas estruturas de produção quando as circunstâncias mudam.

As empresas maiores têm mais dificuldade em reestruturar-se face às mudanças na procura do mercado.
É difícil para as grandes empresas com muitos empregados e uma grande quantidade de capital investido.

Investment capital

No entanto, a entrada nestes nichos e pequenos segmentos de clientes pode ser arriscada.

A entrada nestes sectores de nicho e segmentos estreitos de clientes aumenta o risco de insucesso para estas empresas.

É portanto importante para estas empresas expandir o seu mercado e a sua base de clientes.
Financiamento As empresas mais pequenas são mais difíceis de encontrar. As empresas mais pequenas são mais difíceis de encontrar.

Vantagens de uma pequena empresa

Tem mais controlo sobre o seu negócio. As micro e pequenas empresas são mais fáceis de gerir. A pequena dimensão do negócio facilita muito a gestão e análise dos resultados.

Ajuda específica e subsídios para as PME.

Elevada adaptabilidade à mudança. Nos negócios, a mudança é normal e desejável. As pequenas empresas são capazes de se adaptar à mudança com mais margem de manobra do que as grandes empresas, que são mais lentas a mudar.

Proximidade aos clientes Construir relações fortes e duradouras com os clientes é um dos principais objectivos de cada empresário. Como uma pequena empresa, pode adaptar os seus serviços aos seus clientes.

Envolvimento dos empregados Nas pequenas e médias empresas, as ligações e relações entre empregados são mais pessoais e íntimas. Estas relações proporcionam aos empregados um maior sentido de pertença à empresa e o máximo empenho no seu trabalho. Esta abordagem conduz a uma maior produtividade e eficiência dos empregados.

Desvantagens para os pequenos empresários

Maior responsabilidade. Uma pequena empresa significa que quase toda a responsabilidade recai sobre o empresário. Por exemplo, o empresário será responsável pelo pagamento de impostos, seguros, custos de empregados, aluguer, etc.

Riscos financeiros. No caso das PME, o capital é normalmente obtido a partir dos fundos próprios do empresário ou de outras fontes e a responsabilidade pelo reembolso recai sobre o empresário. Para além do sucesso ou fracasso do negócio, o empresário também tem a responsabilidade de ser um bom gestor, influenciando não só os seus próprios interesses mas também o trabalho dos outros.

Diferença entre um empresário e uma pequena empresa

Estes dois termos são por vezes utilizados de forma intercambiável. Ambos são proprietários dos seus próprios negócios, mas têm estilos de gestão e filosofias diferentes. Não é que um seja melhor que o outro, eles são apenas diferentes. Como se encaixa nestes cenários?

Ideias

O pequeno empresário tem uma boa ideia

Eles resolvem um problema na sua comunidade. Eles conhecem o seu negócio e o seu público alvo. Eles sabem o que fará os seus clientes felizes.

Os empreendedores têm grandes ideias

É uma grande ideia que ainda não foi testada, diagnosticada ou trabalhada. Eles estão muito entusiasmados porque muitas vezes nem sequer sabem se a sua ideia vai funcionar.

Estabilidade

Pequenos empresários estáveis.

Eles querem saber o que vem de trás e de onde vem. Pensam cuidadosamente nas suas decisões e os resultados são óbvios. Os resultados podem não ser bons, mas normalmente continuam a crescer.

Os empreendedores gostam de correr riscos.

Assumem riscos à sua própria maneira. Saltam para o negócio com ambos os pés, sabendo que se trabalharem arduamente, o risco compensa.

O futuro

Os proprietários de pequenas empresas pensam sobre o que têm de fazer para passar a semana.

Eles têm uma lista de tarefas diárias e semanais. Têm de gerir o pessoal, trabalhar com os clientes, trabalhar em rede com novos clientes e manter tudo em movimento.

Os empreendedores pensam com seis meses de antecedência.

Quando as suas equipas pensam no que têm de fazer esta semana, tendem a ignorar o que está a acontecer agora e a concentrar-se no futuro do negócio. Eles têm as pessoas para gerir o negócio, e se não o fizerem, em breve o farão.

Tamanho

Os proprietários de pequenas empresas estão muito ligados ao seu negócio.

Nunca considerariam vender ou entregar o seu negócio a outra pessoa, a menos que fosse um membro da família. Gostam de tomar decisões e gerir o dia-a-dia dos seus negócios.

Os empreendedores são expansionistas.

Crescem porque querem crescer e, embora não tencionem vender o negócio, organizam-no de modo a que possa funcionar sem eles. Rodeam-se de especialistas e podem gerir a partir de qualquer lugar.

Clique aqui para descobrir como a sua empresa pode ser empreendedora.

O país precisa de pequenos empresários para manter a economia a funcionar; precisa de empresários para impulsionar a economia. Um não é melhor do que o outro. Mas a questão é diferente. É um pequeno empresário ou um empresário?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

This site is registered on wpml.org as a development site.